A JUVENTUDE BRASILEIRA TERÁ UM BANCO PRÓPRIO COM A CRIAÇÃO DO BANCO DE POUPANÇA, EMPREGO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: BNDES-JUV

A juventude brasileira, especialmente na faixa etária dos 18 (dezoito) aos 30 (trinta) anos, está abandonada pelos sucessivos governos, que assumem o poder central do Brasil, relegando-a nas suas prioridades, embora sabedores, que nosso futuro depende dela nos próximos 10 (dez) ou 20 (vinte) anos.
Por isso, o PRTB – Partido Renovador Trabalhista Brasileiro pretende possibilitar, com a criação de um banco de promoção e desenvolvimento o financiamento dos jovens – o BNDES-JUV, que adentram ao mercado de trabalho nas suas profissões escolhidas ou a escolher com empréstimos a custos subsidiados de 3% (três por cento) ao ano mais TJLP (Taxa de Juros a Longo Prazo) mais carência de 2 (dois) anos, nos moldes do Banco Nacional de Desenvolvimento Social – BNDES.
Assim, o dentista que se formar, terá o gabinete dentário financiado, o engenheiro, a sua empresa de projetos; o advogado, o seu escritório; o médico, a sua clínica. Ou seja, aos que se formarem, já lhes serão possibilitados auferir ganhos para manutenção de seu sustento e, isso, redundará em renda e impostos para o país.
O BNDES-JUV Banco Nacional de Poupança, Emprego e Desenvolvimento Econômico da Juventude abrirá novos espaços para que o jovem, que também se inicia no mercado de trabalho que terá sua colocação garantida na indústria, no comércio, na agricultura e setores de serviços, com o necessário acompanhamento curricular e vocacional.