O GOVERNO BRASILEIRO DÁ DINHEIRO PARA CUBA, BOLÍVIA E VENEZUELA, MAS NÃO TEM DINHEIRO PARA O JOVEM BRASILEIRO. TENHO A SOLUÇÃO !

Nossa juventude precisa ser não apenas apoiada, mas também incentivada. A solução está no Banco de Poupança, Emprego e Desenvolvimento Econômico da Juventude!

O BNDES emprestou muito dinheiro ao Eike Batista,que jogou fora estes empréstimos em mineração e em petróleo, não tendo nenhum resultado prático. Também foram emprestados recursos para muitas empresas para a construção de estaleiros, que acabaram sendo feitos. Ora, por que não aplicar o dinheiro de maneira certa e correta, que é na juventude?
A juventude brasileira sofreu com a omissão e o descaso dos governantes nestas últimas duas décadas de governo do PSDB e do PT, sem nenhum apoio financeiro em suas carreiras. Especialmente para a faixa etária de 18 a 30 anos, totalmente abandonada por esses governos insensíveis às suas necessidades.
Por isso, quando fui candidato à Presidente da República em 2014, idealizei um projeto para resolver a questão de financiar a carreira do jovem recém-formado, através da criação do Banco de Poupança, Emprego e Desenvolvimento Econômico da Juventude, com o financiamento dos jovens que adentram ao mercado de trabalho em suas profissões escolhidas com empréstimos a custos subsidiados de 3% ao ano (mais uma TJLP – Taxa de Juros a Longo Prazo) e com carência de 2 anos, nos moldes do Banco Nacional de Desenvolvimento Social – o BNDES.
Assim, o dentista que se formar, terá o gabinete dentário financiado; o engenheiro, a sua empresa de projetos; o advogado, seu escritório; o médico, sua clínica. Ou seja, aos que se formarem, já lhes serão possibilitados auferir ganhos para manutenção de seu sustento e, isso, redundará em renda e impostos para o País. O Banco de Poupança, Emprego e Desenvolvimento Econômico da Juventude abrirá novos espaços para o jovem, que também se inicia no mercado de trabalho que terá sua colocação garantida na indústria, no comércio, na agricultura e setores de serviços, com o necessário acompanhamento curricular e vocacional.
A sociedade precisa de ideias como esta, que funcionam e que pensam primeiro no Brasil e nos brasileiros.